26 de setembro de 2017

Jovem é morta pelo ex após mudar de cidade por conta de agressões

Vítima havia se separado após sofrer agressões dentro da casa do ex-companheiro, com quem tem um filho de 4 anos.

Jennifer (arquivo pessoal)


A atendente de telemarketing Jennifer Morais Belo, de 20 anos, foi morta pelo ex-companheiro Luciano Borges da Silva, de 37, em Juquiá, na região do Vale do Ribeira, interior de São Paulo. Vítima de ameaças constantes, segundo familiares, a jovem foi esfaqueada diversas vezes no pescoço. O suspeito foi preso na noite desta segunda-feira (25).
O crime ocorreu no domingo (24), na casa de um parente de Jennifer, que é moradora de Praia Grande, no litoral paulista. Testemunhas disseram que ela foi surpreendida pelo ex-marido quando entrava no imóvel, no bairro Vila Sanches. Ele a imobilizou pelo pescoço e começou a esfaqueá-la.
A vítima ainda tentou se esconder em um dos cômodos da residência, mas o ex-marido a perseguiu. Jennifer parou de ser esfaqueada apenas depois que um vizinho da família da jovem, um homem de 57 anos, conteve o agressor, que acabou o esfaqueando no rosto. Em seguida, Luciano fugiu.
Casal tem um filho; familiares dizem que ela era ameaçada (Foto: Arquivo Pessoal)

Jennifer foi socorrida ao hospital da cidade, mas chegou morta à emergência da unidade. O vizinho foi levado para o mesmo local e permanecia internado até a manhã desta terça-feira (26), segundo informações da Polícia Civil, que investiga o caso.
“Depois de ouvirmos testemunhas e verificarmos tudo o que aconteceu, solicitamos a prisão de Luciano à Justiça. O sujeito já era violento e a vítima tinha medidas protetivas contra ele”, informou o delegado de Juquiá, Eduardo Carvalho Gregório, responsável pelo caso.
Luciano, que é operador de máquinas, e Jennifer são de Guarulhos, na Grande São Paulo, e mantinham um relacionamento há seis anos. O casal tem um filho de quatro anos. Após ser agredida quatro vezes, ela decidiu se separar e voltar a morar com a mãe, na mesma cidade, há três meses.

Constantes ameaças, porém, a forçaram a morar com parentes no litoral paulista. Familiares não sabem como o ex-companheiro soube da visita ao Vale do Ribeira. Antes de fugir, ele deixou uma camiseta cheia de sangue. Junto com a faca do crime, a roupa foi apreendida.
Jennifer foi surpreendida pelo ex-companheiro em Juquiá, SP (Foto: Arquivo Pessoal)

FONTE: G1 -  Compartilhado do blog O Umarizalense



Suspeitos de balear jornalista da Globo seriam foragidos de Alcaçuz

O jornalista foi atingido na cabeça por uma bala perdida em Caruaru

© Reprodução


Os três suspeitos do tiroteio que atingiu o jornalista Alexandre Farias, baleado na noite do sábado (16) em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, seriam foragidos do presídio de Alcaçuz. O trio, que tem idades de 20, 30 e 32 anos, foi preso nessa segunda-feira (18).
O secretário estadual de Defesa Social Antônio de Pádua deu uma entrevista coletiva no Recife na noite de ontem. “A princípio, pelas informações que nós temos os assaltantes são todos do Rio Grande do Norte, possivelmente sabemos que eles são fugados [sic] ou que estão cumprindo regime semiaberto. Todos são acusados de homicídios, de assaltos e receptação e tráfico de entorpecentes. Eles seriam foragidos da penitenciária de Alcaçuz e estariam praticando assaltos e cometendo outros crimes em Caruaru”, afirma o secretário referindo-se ao trio preso.
Pádua destacou que a prisão foi possível após a divulgação dos retratos-falados dos suspeitos. “Já havíamos deslocado a aeronave da SDS para o município e, enquanto ela sobrevoava o sítio, foi recebida a tiros”, afirmou.
O titular da pasta também disse que armamentos apreendidos com os detidos serão submetidos a uma perícia para avaliar se os tiros partiram de algum dos materiais recolhidos pela SDS.
O jornalista da TV Asa Branca, afiliada da TV Globo em Caruaru, Alexandre Farias, passou por uma cirurgia e está internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) de um hospital particular em Caruaru. Segundo a unidade de saúde, seu quadro clínico está estabilizado, mas é grave. De acordo com o boletim médico divulgado na tarde desta segunda (18) pelo Hospital Unimed, o jornalista apresentou melhora da pressão intracraniana.
FONTE: Noticias ao minuto

Segurança de supermercado reage, deixa arma cair e é morto por ladrão em MT; veja vídeo

Gonçalo Dias, de 49 anos, estava armado e tentou sacar o revólver ao ser abordado por assaltantes. Câmeras de segurança registraram o crime, em Várzea Grande.



O segurança de um supermercado foi assassinado ao reagir a um assalto na noite dessa segunda-feira (25) em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá. Segundo a Polícia Militar, Gonçalo Dias, de 49 anos, estava armado e tentou sacar o revólver ao ser abordado por assaltantes. Ele deixou a arma cair e acabou morto por um dos ladrões.
De acordo com a PM, o crime ocorreu na frente do estabelecimento, no Bairro Nova Esperança, por volta de 19h20 [horário de Mato Grosso]. Câmeras de segurança de um estabelecimento comercial, que fica em frente ao supermercado, registraram o crime.
Conforme a polícia, dois homens que estavam a pé se aproximaram de Gonçalo e anunciaram o roubo.
O segurança tentou sacar a arma e acabou deixando o revólver cair no chão. O assaltante fez um disparo na altura do tórax da vítima, que caiu em seguida. Os criminosos levaram a arma e o tênis que a vítima usava.
Gonçalo não resistiu e morreu no local. A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Cuiabá foi chamada e também registrou o crime.
Até a manhã desta terça-feira (26) nenhum suspeito havia sido preso.

FONTE: G1 - Compartilhado do blog O Umarizalense

No RN,após ferir homem à bala, assassino volta à cena do crime e atira até matar; veja vídeo

Crime aconteceu na manhã desta terça-feira (26) em Mossoró, na região Oeste do RN. Segundo delegado, suspeito já foi identificado.
Vídeo mostra momento em que assassino retorna para concluir execução, em Mossoró (Foto: Reprodução)

Um vídeo feito por moradores de Mossoró, na região Oeste potiguar, mostra o momento em que um homem que atirou contra um ex-presidiário volta à cena do crime e dispara vários tiros contra a vítima, que agonizava no chão. Ele não se intimida com as várias testemunhas, que correm ao perceberem seu retorno.


O crime aconteceu na manhã desta terça-feira (26), na Rua Chico Tonico, conhecida como Estrada da Raiz, no bairro Santo Antônio. A vítima, identificada como Fernando Bezerra da Silva, de 25 anos, chegava em casa por volta das 8h, quando foi baleado por um homem em uma moto.

Fernando Bezerra da Silva, de 25 anos, foi morto quando chegava em casa, em Mossoró, RN (Foto: Marcelino Neto/ O Câmera)
Após a saída do assassino, várias pessoas foram tentar socorrer Fernando, porém, ao perceberem o retorno do criminosos, elas correram. Ele, então, terminou a execução e fugiu em seguida.
Segundo o delegado Rafael Arrais, da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Mossoró, um suspeito já foi identificado e está sendo procurado.
Mossoró é a segunda cidade mais violenta do estado, de acordo com dados do Observatório da Violência Letal Intensional (Óbvio). Até esta segunda-feira (25), 170 pessoas foram mortas de forma violenta no município. Em todo o estado, 1.833 houve assassinatos em 2017.
Compartilhado do Blog O Umarizalense

25 de setembro de 2017

23 de setembro de 2017

[ JAÇANÃ ] Secretaria de Cultura se prepara para realizar 1° Lual na Praça


Por Luis Lopes: O secretário de Cultura de Jaçanã/RN, Robson Guedes confirmou ao Noticia da Serra a realização do 1° Lual na Praça , evento que será realizado no próximo dia 08 de Outubro e reunirá artistas da cidade na praça João Fortunato , no centro da cidade.
A iniciativa faz parte do projeto de revitalização e fortalecimento da cultura local que a secretaria tem desenvolvido desde o inicio do ano.
"Nossa intenção é valorizar o grande talento que nossos artistas possuem , o Lual na Praça também será uma ótima opção de lazer para as famílias Jaçanaenses" disse Robson Guedes
Compartilhado do Blog Noticia da Serra

Cuité dá demonstração de união durante manifesto em favor da reabertura do Banco do Brasil


Uma multidão se fez presente a manifestação realizada na manhã desta sexta-feira (22) para uma comemoração simbólica de aniversário do  fechamento parcial da agência do Banco do Brasil de Cuité /PB.

Encabeçada inicialmente pela Loja Maçônica o manifesto tomou corpo e conseguiu unir a sociedade cuiteense em torno de uma causa justa e que é de interesse de todos.

Com gritos de ordem e carregando cartazes e faixas pedindo a reabertura do banco centenas de pessoas percorreram as principais ruas da cidade  até chegar na frente da agência onde os manifestantes cantaram parabéns e se deliciaram com um bolo gigante feito especialmente para ocasião. 


Um manifesto pacifico e que deixou o exemplo para que outras cidades , a policia Militar deu todo o suporte ao movimento garantindo a segurança dos participantes , outro detalhe importante foi o acordo dos organizadores de não abrir espaço para classe politica , mostrando que o ato era conduzido pelo povo.
 
Vale ressaltar que o Prefeito Charles Camaraense este presente a manifestação assim como vereadores tanto de situação como de oposição.

O movimento contou com o apoio da Grande Loja Maçônica do Estado da Paraíba, do comércio local, UFCG, Movimento Estudantil, Igreja Católica e Igrejas Evangélicas , da Rádio 89FM , Blog do Aeliton Clesio , Blog do Flavio , Rede Mais Noticias e Noticia da Serra.

 


Compartilhado do Blog Noticia da Serra

Na PB , Mulher colhe macaxeira de 20 kg e diz que 'não esperava ficar tão famosa'


Uma agricultora de 53 anos, da comunidade quilombola Caiana dos Crioulos, em Alagoa Grande - Agreste da Paraíba -, colheu uma macaxeira de mais de 20 kg e 90 cm de comprimento. A agricultora Maria Severina Augusta, conhecida por dona Lia, de 53 anos, disse que “não sabia que ia ficar tão famosa” com a macaxeira colhida na segunda-feira (18). Comente no final da matéria.


Ela disse que já raspou o tubérculo e que já rendeu muita farinha. “Fiz farinha, massa, fiz tudo, uma vizinha minha que me ajudou. Foi farinha com força”, disse dona Lia, que sempre morou na comunidade quilombola. A macaxeira é cultivada no quintal de casa e ela planta principalmente por subsistência, mais que para vender.

“Essa é uma terra maravilhosa, abençoada por Deus!”, contou Severina.

Sua filha, Maria dos Anjos, ficou muito ansiosa com o caso. "Desde que Rosélia publicou a foto, não para de ligar gente pra cá querendo saber da macaxeira”, falou. O secretário de Cultura de Alagoa Grande Marcelo Lopes contou ao G1 que quando soube do caso correu para divulgar. “Fiz questão de que isso fosse o mais divulgado possível e deu certo”, explicou.

Caiana dos Crioulos
A comunidade quilombola Caiana dos Crioulos fica a cerca de 122 km de João Pessoa e tem 98 famílias. Ela compreende uma área de aproximadamente 646 hectares, de acordo com o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). As famílias vivem principalmente de culturas de subsistência, como feijão, fava, milho, mandioca, inhame, batata-doce, bem como da criação de animais e da fruticultura.

G1 PB
Postagens mais antigas Página inicial

Portal Coronel Ezequiel

Copyright © Portal Coronel Ezequiel |